Empreender na Música

Entenda como trabalhar em rede pode unir o cenário do rock

Dia desses eu estava vendo uma live do Rick Bonadio no facebook e uma das coisas que ele disse é que o “cenário do rock deve se unir”. E a melhor maneira de fazer isso nos dias de hoje, na minha opinião, é a partir do trabalho em rede.

O modelo de trabalhar em rede é a tendência para todos os tipos de arranjos sociais que imaginamos, desde a estrutura de uma empresa até o modo como reivindicamos algo a um representante do governo — principalmente quando buscamos transformação social.

Mas o que isso significa na prática?

Bom, se pararmos para pensar, o cenário do rock brasileiro é underground. Isto é, a maior parte das bandas autorais não estão no mainstream. Essa é a nossa realidade e isso tem um poder enorme de movimentar as economias locais. Formar uma rede que una essas forças é mobilizar todo um cenário, porém atuando de forma pontual — cada um em seu quadrado. rs

Temos que mudar o paradigma de que só existe rock no grande mercado ou só existem bandas de rock quando elas aparecem na televisão. É o contrário, são justamente as bandas locais que fazem a diferença e que têm o poder de inspirar as pessoas próximas e modificar uma cultura.

Desta forma, a força de um projeto não está concentrada em um ÚNICO órgão ou dirigente, mas em toda a rede, e por isso, tem maior chances de se tornar sustentável a longo prazo.  

Desde o início foi assim que o Rock Startup trabalhou. Por isso, separei 4 motivos que confirmam que trabalhar em rede pode unir o cenário do rock:

1. Gerar Valor e novas oportunidades

Quando estamos conectados por uma rede, temos uma grande força e por isso, fatalmente novas oportunidades podem surgir — beneficiando todo o conjunto. Por exemplo, aqui em Belo Horizonte, é bem difícil uma banda underground encontrar espaço nas casas mais requisitadas da cidade. Com a força da rede, aumentamos em muito as chances de conseguir esse espaço para tocar.

O mesmo acontece no momento de conseguir que o governo olhe para um nicho da sociedade, neste caso, bandas de rock autoral. Se existe toda uma comunidade dando apoio, a chance de conseguir incentivos do governo e até mudanças em leis que possam ser primordiais para que a cena aconteça é bem maior.

Isso aconteceu com o San Pedro Valley, a comunidade de startups de Belo Horizonte, que por terem criado uma marca e uma mapa que que unia essa rede, conseguiram que o governo de Minas visualizasse a demanda e criasse um setor de aceleração e investimento nessas empresas.

2.Troca de experiências

Além disso, uma das grandes forças de uma rede são os canais de comunicação. E elas só podem existir desta maneira que estamos falando, pois a internet foi criada. É a partir dela que bandas do brasil inteiro podem estar conectados e trocar experiências diversas.  

3.Troca de informação

Outra vantagem é no momento de tirar algumas dúvidas ou pedir informações sobre a cena de determinada cidade. Imagine que a sua banda tem um planejamento de fazer uma mini turnê pela região sudeste do país e para isso você precisa saber quem são as bandas e produtores de cada cidade que sua banda pretende tocar, para que seja possível viabilizar os shows.

Isso se compartilha livremente em uma rede forte, porque cada um entende que ser colaborativo e compartilhar esse tipo de informações vai fortalecer todo o nicho e, portanto, vai tornar a cena rica para todos, inclusive para a própria banda que nunca conseguiria erguer uma cena sozinha, por melhor que ela seja.

4.Incentivo mútuo

Sem falar naquelas semanas em que nada nessa carreira de músico autoral no brasil parece dar certo e aí você pensa que vai desistir e voltar para o seu emprego de carteira assinada e que sonhar grande assim foi uma loucura…illustra Para esses momentos, pessoas que passam diariamente a mesma luta que você são as melhores para lhe incentivar e te inspirar a continuar!

Gostou de entender melhor como estar em rede pode modificar toda a nossa cultura em prol do rock? Esse deve ser o pensamento de quem quer viver de música nos tempos de hoje, pois, mesmo que você não concorde, é para lá que o mundo está caminhando.

Comenta aqui embaixo se você participa de alguma rede forte e como isso influencia no seu trabalho!

Se você ainda não participa de nenhuma, é só se inscrever no rockstartupfestival.com! Você e sua banda serão muito bem-vindos!

Grande Abraço!

Marcela do Rock Startup.

Padrão

2 comentários em “Entenda como trabalhar em rede pode unir o cenário do rock

  1. Pingback: Pense Fora da Caixa: 5 Dicas para Você Pensar sua Música de Forma Diferente - Rock Startup

  2. Pingback: 4 estratégias do mercado musical para lançar sua música - Rock Startup

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *